Gatto Sete

“peguei até o que era mais normal de nós”

o gatto sete

Em uma tarde ensolarada de julho de 2017 nos despedimos da Cidade do Rio de Janeiro, com destino previamente definido, fomos em direção a Vila do Vale do Capão, na cidade de Palmeiras no coração da Chapada Diamantina. 

No primeiro dia de agosto de 2017 chegamos no vilarejo onde as pessoas que vivem lá o chamam de Paraíso na Terra, realmente parecia que estávamos chegando no paraíso, nos sentimos como se finalmente tivéssemos chegando em casa. O lugar é um vale, 100% rodeado de natureza com a mais diversa fauna e flora das quais nós ainda não conhecíamos e com tamanha diversidade que não sabíamos que existia. E assim, desse jeito, chegamos em casa, cansados mas encantados com o lugar.

Inicialmente ficamos 2 semanas arrumando a casa, indo nas cachoeiras, conhecendo pessoas e como bons cariocas, fazendo novos amigos e pensando no bistrô que abriríamos. Depois da etapa de descompressão, mãos a obra, começamos a construir uma mesa para 6 pessoas, sem nunca termos construído nada antes. Podemos agradecer as dicas do www.pinterest.com pois é  possível sim, aqui no Capão é possível pensar, planejar e produzir o que você tem em mente, mesmo que nunca tenha feito antes, pois o lugar e as pessoas te possibilitam essa oportunidade e depois produzimos bancos, cadeiras e mais mesas e finalmente colocamos o nome do bistrô de Casa Amarela, pois a casa da qual nos encantou era amarela e fomos em frente, mas 2 meses depois começamos a receber muitas pessoas procurando a pousada Casa Amarela, então vimos que esse nome, por nossa sorte, não seria viável. 

A rua da qual moramos se chama Rua dos Gatos e cada pessoa coloca o número que bem entende, as casas do início da rua não tem número e o número 2000 é logo ali, sendo que o número 8 fica a quase 1 km depois do início da rua. Tentamos ter o máximo de coerência possível, contamos as casas e para nossa sorte a nossa casa é a sétima da rua, então nosso o endereço é Rua dos Gatos Nº 7, e por aí você tem uma noção de como surgiu o nome do bistrô!!! Para diferenciar o nome da rua do bistrô, colocamos o Gatto em italiano, com dois “t” e ficou assim; Gatto Sete Bistrô. 

Setembro de 2017, abertura do nosso bistrô, convidamos alguns amigos e foi maravilhoso, pois era como se nos conhecêssemos a muito tempo, inclusive um dos nossos pratos foi em homenagem ao argentino Christian Wilkins que é um dos melhores ou o melhor padeira do Vale do Capão, o Risoto Wilkins. No dia seguinte, no outro, no outro e no outro, não entrou uma única pessoa no bistrô e assim foram 30 dias exatos com 4 pratos oferecendo PF (Prato Feito) e absolutamente ninguém entrou ou olhou para dentro do bistrô. Aí veio a “Luz” que iluminou nossas mentes e resolvemos fazer pratos que dessem uma experiência gastronômica aos turistas e pessoas da região. Colocamos novos pratos na lousa que fica no portão e em exatas 10 minutos, isso mesmo, em 10 minutos entrou a primeira pessoa, uma turista de Brasília…30 minutos depois entrou uma família inteira e…quer saber a verdade….ficamos desesperados, mas conseguimos atender a todos!!!  

Ano de 2017/2018, Dorothy estava gravidíssima da Alice Rosa de forma inesperada mas encantadora, naquele momento antes do nascimento da nossa baianinha linda estávamos na correria total, muitos turistas vindo degustar nossa culinária e muitos viraram nossos amigos. Uma cliente/amiga nos colocou no TripAdvisor e gradativamente as pessoas foram dando suas opiniões sobre o Gatto Sete e cada dia ficávamos mais felizes, priorizando o bom atendimento, a boa comida e os bons amigos e em Maio veio Alice dando o ar da graça e como bons pais corujas passamos o ano babando e trocando fraldas!  E 2018 foi isso, fraldas, sorrisos, muitas pratos e felicidade total, até o fim do ano.

No primeiro mês de 2019 numa quarta-feira a tarde começamos a receber mais pessoas que o normal e a noite muito mais pessoas e não sabíamos o motivo, então três senhoras francesas nos disseram que estávamos bem colocados no TripAdvisor, e nem lembrávamos do Trip, pois estávamos tão focados em levar experiência para as pessoas, preocupados em conhecer novas PANCS da região (Plantas Alimentícias Não Convencionais). Inclusive neste ano criamos o Gatto Sense (Jantar Sensitivo de Olhos Vendados). Como eu dizia, descobrimos que estávamos em primeiro no TripAdvisor e ficamos muito felizes, pois atendemos a poucas pessoas por vez, no inicio apenas 12 pessoas e depois 16 pessoas simultaneamente no máximo, para continuarmos com a qualidade no atendimento.

Uma das coisas legais que aconteceu foram as fotos, no início as pessoas pediam para nós postarmos as suas fotos no Instagram (@gattosete) e depois começamos a pedir para tirarmos fotos para postar e o resultado foi muito legal e pode ser visto lá no www.instagram.com/gattosete .  

Veio 2020 o ano que nós iriamos implementar coisas novas no Gatto Sete, trazer Chefs de fora, produzir um mini festival de Jazz-Choro no bistrô e estávamos empolgadíssimos então veio a pandemia. Para nós que vivemos de “vender refeição” foi e é algo duro, mas começamos a vender por “Delivery”. Diga-se de passagem que nossa primeira opção antes de abrir o bistrô era vender refeições por delivery. 

Essa página que ainda estamos nela, será uma página à parte, pois olhamos para dentro de nós mesmos e vimos um mundo novo, com mais possibilidades e mais saudável. A muito tempo queríamos aumentar um pouco a nossa horta e convidar nossos amigos e clientes a escolherem quais acompanhamentos da horta eles gostariam de comer, levar uma experiência mais saudável para nossos clientes, amigos e para nós mesmos, então começamos a ampliar a nossa horta e criar pequenos espaços de contato íntimo com a natureza

Chegou novembro e recebemos a informação de que em dezembro poderíamos reabrir, com muitos protocolos, medos e dúvidas, então desenvolvemos um novo menu e algo novo começou, e apesar das restrições por causa da pandemia e agora atendendo somente com reserva antecipada, em março de 2021 o Gatto Sete recebeu a informação que no TripAdvisor estava entre as primeiras opções de restaurantes de toda a Região da Chapada Diamantina… 

Continua  em breve…

Era uma vez…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.